Carta para pastores que gostam de crianças…

“Olá,
Meu nome é Giovana e tenho 12 anos. Moro em Manaus e sou membro da Igreja Batista União. Eu gosto muito da minha igreja, e você sabe por quê? Porque a igreja é o lugar onde eu encontro meus amigos e irmãos em Cristo para louvar ao Senhor e aprender mais sobre ele e seu amor. A minha igreja é muito legal porque sempre está ajudando as crianças em tudo o que elas precisam. Todo domingo no final do culto o pastor Joctã (que é o pastor principal)diz: “Todas as crianças venham aqui a frente; vamos orar por vocês”.

Giovana

 

Então as crianças (até as mamães grávidas) vão à frente e a igreja toda ora por nós, pedindo que Deus afaste todas as pessoas que querem fazer algum mal, pedindo que Deus dê sabedoria aos pais para cuidarem dos filhinhos, e pedindo que Deus nos abençoe. A minha igreja investe em nossas vidas, preparando-nos para o futuro e dando oportunidades para falarmos de Deus desde já. Eu preguei no culto de páscoa para mais de 200 pessoas (até para os adultos) e todos me ouviram com atenção. Foi muito especial para mim. Eu ajudo também em alguns domingos na salinha de 4 a 5 anos, como auxiliar de professora. Assim aprendo a ensinar sobre Deus. No último mês, a minha sala estudou sobre o perigo das drogas e como evitar. Acho muito importante a igreja ensinar sobre esse assunto. É uma forma de cuidar da gente também. Aos pastores de todo o Brasil, faço um pedido: peço que como líderes na igreja, possam dar uma atenção especial para as crianças, pois (segundo a Bíblia) delas é o reino do céus. Cuidem delas, ensinem a fazerem o que é certo nesse mundo de tantos erros e a fugirem do mal; ensinem os pais a serem exemplos aos filhos, vivendo e ensinando a Palavra de Deus. E ensinem que acima de tudo Deus é seu melhor amigo, e mesmo que os amigos ou a família as deixem, Deus nunca as deixará e sempre estará com elas. Orem pelas crianças, orem com as crianças, orem por suas famílias; orem, pois certamente Deus vai ouvir.”

 

Giovana

 

Autor(a): Giovana Cruz Manzano é filha de Elayne e Marco Manzano, missionários em Manaus com Asas de Socorro. Ela estuda no 7º ano no Instituto Batista Ida Nelson

 Revista Mãos Dadas Edição 27 – De Púlpito pra Púlpito

 

 

WhatsApp chat