Estamos deixando entrar água em nossos barcos!

Conversa de uma mãe com a diretora de um dos projetos parceiros da revista Mãos Dadas:

*Eu vim aqui conversar porque eu não estou de acordo com o que aconteceu ontem com o Fabinho. Ele chegou em casa reclamando que o braço tava doendo muito. Levei-o ao posto e de lá nós fomos parar no hospital. Fizeram um raio-x. O braço quebrado dele está quebrado!

Aí eu apertei ele e acabou me contando que tinha caído do pé de ameixa lá da creche! Eu sei que ele é muito danado, mas a senhora não acha que a professora precisava pelo menos ter levado ele em casa e me avisado?

 

Até o momento já foram realizados leituras deste artigo.

50 Downloads

Clique aqui para baixar

 

Descrição

Conversa de uma mãe com a diretora de um dos projetos parceiros da revista Mãos Dadas:

*Eu vim aqui conversar porque eu não estou de acordo com o que aconteceu ontem com o Fabinho. Ele chegou em casa reclamando que o braço tava doendo muito. Levei-o ao posto e de lá nós fomos parar no hospital. Fizeram um raio-x. O braço quebrado dele está quebrado!

Aí eu apertei ele e acabou me contando que tinha caído do pé de ameixa lá da creche! Eu sei que ele é muito danado, mas a senhora não acha que a professora precisava pelo menos ter levado ele em casa e me avisado?

Das embarcações mencionadas na Bíblia nenhuma é tão fascinante quanto a arca de Noé. Ela ilustra muito bem a salvação que temos em Jesus Cristo: só sobreviveu ao dilúvio quem nela entrou. E a arca tinha também a mesma missão de todas as embarcações: conduzir em segurança seres humanos, que não são totalmente adaptados à água, como gostariam de ser.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Estamos deixando entrar água em nossos barcos!”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *