Um convite à coragem…

Um convite à coragem…

Coragem da alma: A virtude dos resilientes

Me ajude a ir direto ao Guia do Meu Educador Social Cristão

Coragem da alma é a virtude que informa à pessoa que diante de uma ameaça, é mais honrado se posicionar a favor do que é correto e justo para todos do que se colocar do lado mais conveniente. Ela não é ousadia, não é a força bélica do guerreiro conquistador e não deve ser confundida com a audaciosa arrogância dos insensatos. Coragem da alma é a firmeza dos mansos e humildes de coração, dos pacificadores, os mesmos que, segundo Jesus, herdam a terra. 

Os corajosos dizem, “Não por força, nem por violência, mas pelo Espírito do Deus eterno!”

 C. S. Lewis disse, “Coragem não é apenas uma das virtudes, mas a forma que todas as virtudes assumem quando são testadas”. São Tomás de Aquino, grande teólogo do século 12 afirmou: “O medo é uma emoção tão poderosa para os seres humanos que quando permitimos que ele nos domine, ele expulsa a compaixão para fora de nossos corações”. 

É por isto que esta quinta edição da Campanha Meu Educador Social Cristão quer chamar a sua atenção para a virtude da coragem da alma, também conhecida como fortaleza ou fortitude. Virtude é uma qualidade moral, hábitos úteis para conduzir o ser humano pelo caminho do bem. Existe uma relação interessante entre esta virtude e os achados sobre resiliência. 

Coragem da alma é uma virtude. Resiliência é um traço de personalidade importante e presente nas pessoas que conseguem vencer grandes obstáculos na vida. O primeiro termo é muito antigo, ligado à ética, o segundo surgiu nos anos 70 no mundo da psicologia. Mas ambos têm algo em comum: a resistência contra o poder destrutivo do mal. 

A mulher cananeia contraria os poderes satânicos presentes no seu lar e busca no Mestre o livramento para sua filha endemoninhada (Mateus 15:21-28).
Ela usou de coragem! O cego de nascença sustenta ter sido curado por Jesus de sua cegueira mesmo quando os poderosos inimigos do Mestre o ameaçam. Ele resiste ao poder e a corrupção em favor da verdade (João 9:30-33). Isto é fortaleza.

No trabalho social cristão esta virtude está muito presente. Ainda bem, porque ela é essencial. Será que os estudos sobre resiliência podem nos ajudar a nos fortalecer na coragem da alma? Nenhum de nós tem toda a coragem em todas as situações. Fraquejamos de vez em quando. E é nestes momentos que o nosso Deus se faz forte na nossa fraqueza. 

Uma das fontes mais inesperadas de inspiração se encontra exatamente nas pessoas mais fracas. Uma mãe resolve se esmerar para que as roupinhas da bebê fiquem limpas, mesmo no ambiente sujo da Favela de Papelão em Recife (foto acima). Uma família insiste em fazer crescer uma horta num ambiente inóspito na Comunidade de São José do Araras (foto do cartaz da campanha), no interior do Amazonas. Isto é resiliência, isto demanda coragem. Admire a coragem que você encontra ao seu redor, encoraje-a, distribua elogios sempre que a encontrar! Isto fará bem para você e para todos ao seu redor.

É pensando nos nossos educadores, que a Rede Mãos Dadas preparou um guia encorajador para um trabalho desafiador e valioso. Junte-se a Campanha Meu Educador Social Cristão e celebre essa data em setembro na sua escola, projeto social, igreja e comunidade. Baixe o guia e mãos a obra!

Baixe MESC 19!

 

Não fique de fora do Prêmio Cida Mattar, veja mais informações no link abaixo e faça sua inscrição!!!

Faça sua inscrição!


Curta e siga-nos!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *